Escola dá início ao projeto iPad na Sala de Aula

O Colégio La Salle São João adquiriu quinze iPads que irão compor um laboratório móvel para o desenvolvimento do projeto “iPad na Sala de Aula”. O projeto, que envolve alunos da Educação Infantil e dos Anos Iniciais/EF, foi desenvolvido pela EADes envolvimento humano, empresa focada na formação de gestores e profissionais de diversas áreas do conhecimento para o uso de tecnologias digitais.Desenvolvido a partir de um diagnóstico completo e planejado de forma customizada para as instituições de ensino, tanto do ponto de vista técnico como pedagógico, o projeto da EADes busca despertar no professor o interesse em conhecer e utilizar as diversas ferramentas tecnológicas disponíveis atualmente.Para a diretora pedagógica do projeto, Adriana Gandin, “o uso do tablet na escola é fantástico, desde que haja um projeto de trabalho bem estruturado. Para isso, não basta um treinamento técnico. É necessária uma reflexão pedagógica”. Entre as possibilidades de uso dos tablets em sala de aula, Gandin elenca a utilização de inúmeros aplicativos para o trabalho com conteúdos específicos; a realização de vários tipos de apresentação; pesquisa na internet; elaboração de textos, fotos e vídeos; criação de projetos interdisciplinares e de conteúdos para blogs, entre outras.

Formação continuada

Desde agosto, a EADes desenvolve um programa de formação continuada com os professores do La Salle São João. Em encontros quinzenais, o grupo participa de momentos de formação, ministrados por técnicos e professores, para ampliar o uso da tecnologia como ferramenta de trabalho pedagógico.

Primeiras experiências

As primeiras experiências do uso do iPad na sala de aula já estão sendo feitas. A professora do 1º ano, Angela Maluf, estreou o uso da ferramenta com a turma 112 e considerou um momento de muito envolvimento das crianças. Para a coordenadora pedagógica da Escola, Mychele Kamianecky, “adotar as tecnologias digitais na sala de aula, como o iPad, se torna ferramenta imprescindível, além de abrir um leque de possibilidade de trabalho que pode melhorar os processos de ensino e de aprendizagem”.

Texto original publicado em ~> http://www.lasalle.edu.br/saojoao/sobre-o-colegio/noticia-detalhe/1531

20131001-014747.jpg

20131001-014833.jpg

Comments

  • Para atendimento aos alunos com laudo de deficiência, a escola possui uma sala de SAEDE, que atende estes alunos no contraturno; uma Professora Intérprete que atende um aluno surdo na primeira série do Ensino Médio no período matutino; uma Segunda Professora que atende duas alunas na primeira série do Ensino Médio noturno; uma Segunda Professora que atende um aluno com síndrome de Down e deficiência mental na primeira série do Ensino Médio vespertino e um aluno com deficiência mental na sétima série; e uma Segunda Professora para atender um aluno com deficiência física e mental na oitava série.

    Tracy V. Fischer26 de outubro de 2013
  • Uma pesquisa divulgada em maio deste ano pelo Comitê Gestor da Internet quebrou um dos grandes mitos ainda usados como argumento para explicar o pouco uso de tecnologias na sala de aula: a falta de conhecimento do professor. Segundo o estudo TIC Educação 2012, que entrevistou 1,5 mil professores de 856 escolas de todo o país, os docentes utilizam sim a internet em suas atividades diárias e reconhecem benefícios na utilização desses materiais.

    Warren Coleman19 de novembro de 2013
  • Professor, é importante conhecer os direitos de aprendizagem dos alunos que você está contemplando em sua prática na sala de aula, para que ao final de cada etapa seja consolidado o trabalho desenvolvido com os alunos no processo de ensino e de aprendizagem.

    Nanette N. Bright28 de novembro de 2013
  • Há uma infinidade de possibilidades de uso pedagógico dos telefones celulares modernos em sala de aula e fora dela. Quais lhe interessam? Isso certamente depende da forma como você, professor, usa a tecnologia para si mesmo, em suas aulas e com os seus alunos. Quem não vê nenhum uso pedagógico para o rádio, a televisão, a máquina fotográfica, a filmadora, o gravador, a calculadora, a agenda, etc., então também não verá nenhuma utilidade para o celular, pois é isso que ele representa hoje em dia: não é mais um simples telefone, o celular é uma central de multimídia computadorizada.

    Silver Price29 de novembro de 2013
  • Uma pesquisa divulgada em maio deste ano pelo Comitê Gestor da Internet quebrou um dos grandes mitos ainda usados como argumento para explicar o pouco uso de tecnologias na sala de aula: a falta de conhecimento do professor. Segundo o estudo TIC Educação 2012, que entrevistou 1,5 mil professores de 856 escolas de todo o país, os docentes utilizam sim a internet em suas atividades diárias e reconhecem benefícios na utilização desses materiais.

    Get Smart12 de dezembro de 2013
  • Organize a sala de aula ou outro espaço da escola para a contação de histórias,de modo a torná-la agradável,proporcionando momentos mágicos de leitura. Os alunos podem ser organizados em um semicírculo para que todos tenham acesso às imagens.O contador de histórias deve ser dinâmico e fazer uso de diferentes estratégias para contação de histórias, pois estes recursos serão fundamentais para que a turma desenvolva o prazer e o interesse pelo mundo da leitura. Portanto, organize um repertório de histórias (livres ou de acordo com alguma temática a ser trabalhada) e crie espaços e formas de contação de histórias às crianças.

    Silver Price18 de dezembro de 2013

Oi!! Gostou?! Não gostou?! Conte pra gente!! ;-)