FORMAÇÃO CONTINUADA DO PROFESSOR: caminhos para o ensino e aprendizagem para as novas tecnologias

Estamos sempre acompanhando trabalhos acadêmicos que debatem o uso das novas tecnologias na educação. Tivemos autorização da professora MARTA ALVES DE LIMA GOMES DE SANTANA para publicar, aqui no blog, trechos das Consideracões Finais de seu TCC, do Curso de Licenciatura Plena de Pedagogia. Boa leitura!!

Atualmente, a educação brasileira se encontra desafiada pelas novas tecnologias no sentido de desenvolver um trabalho que possa adequar o ensino e a aprendizagem ao mundo informatizado, aprimorando novos conhecimentos que trarão resultados positivos para cada docente e, sobretudo, para a própria escola. E com esse avanço acelerado das tecnologias, cada vez mais inovadoras, torna-se urgente que os professores possam estar atualizados quanto ao uso dessas tecnologias, realizando suas aulas com metodologias e recursos inovadores, capazes de prender cada vez mais a atenção do aluno, numa perspectiva de melhorar o processo de ensino-aprendizagem.

Ao fazer menção à forma como o professor trabalha com as tecnologias, nota-se que são encontradas inúmeras dificuldades nas escolas, que acabam prejudicando o desejo (e a necessidade) de se desenvolver um trabalho produtivo. Não adianta colocar o professor em contato com esses aparatos tecnológicos se não houver uma capacitação ou mesmo uma formação que o ajude a obter esses novos conhecimentos. Para isso, é necessário que haja um trabalho coletivo, de modo que a escola colabore para o aperfeiçoamento contínuo desses professores. Todavia, o sucesso do resultado esperado dependerá de um esforço mútuo de pessoas que estejam empenhadas em alcançar os mesmos objetivos.

 

 

 

Oi!! Gostou?! Não gostou?! Conte pra gente!! ;-)