O desafio da tecnologia na sala de aula

By Pablo Hernandez, Jornal O Popular

A tecnologia ainda não chegou pra valer nas salas de aula, enquanto isso educadores, instituições de ensino e pais se perguntam de que maneira aproveitar todo o seu potencial.

Foi-se o tempo em que ter computadores em uma escola era sinal de tecnologia na educação. Hoje existem tablets e outros aparelhos que podem revolucionar o modo de como os estudantes aprendem.

De acordo com Adriana Gandin, pedagoga, especialista em gestão de pessoas e assessora educacional de uma rede de ensino, estamos longe de conseguir aproveitar o potencial das novas tecnologias na educação. “Há pouco investimento na área de tecnologia, desde infraestrutura, rede wireless, até bons equipamentos. Existem casos isolados de escolas que iniciaram um planejamento sério para o uso de tablets.”

Por outro lado, se há pouca coisa na prática, o assunto já é bem discutido. “O que vemos é praticamente todas as escolas pensando em como trazer a tecnologia para dentro da sala de aula. É um caminho inevitável”, aponta Adriana.

A pedagoga participa de um grupo chamado Projeto iPad na Sala de Aula que assessora instituições a implementar o uso desse recurso, auxiliando gestores no planejamento, na formação de coordenadores e de professores e na organização de infraestrutura adequada. “Tivemos a iniciativa de criar o projeto tendo como integrantes do grupo professores que usam a tecnologia e veem nela possibilidades de uso com finalidades educativas”, argumenta a pedagoga.

Segundo Adriana, falta muito para que essas tecnologias funcionem e tenham todo seu potencial aproveitado em sala de aula. “Falta planejamento, proposta pedagógica clara, investimento por parte da gestão, compreensão do potencial dos equipamentos, formação para uso pedagógico das tecnologias na formação inicial do professor e investimento em infraestrutura adequada”.

Para que os tablets, por exemplo, sejam utilizados em sala de aula, é preciso desenvolver material didático para ferramenta. Segundo Adriana, isso tem sido feito. “A existência de um aplicativo chamado iBooks Author mostra o interesse da Apple (empresa que fabrica o iPad) na construção de materiais didáticos relevantes para alunos e professores. O aplicativo permite criação de material didático interativo por parte das editoras, mas também por parte de professores e até de alunos”, afirma.

 

Comments

  • Gostei.

    liliane29 de janeiro de 2013
  • Na rede municipal que trabalho, os professores participaram de formação pedagógica para dar conta de trabalhar com as tecnologias na sala de aula. E, além disso, a Secretaria Municipal de Educação, concursou “orientadores de Informática” que atendem as escolas e os professores ajudam a interagir com os conteúdos e a pesquisar na internet. Os professores planejam de acordo com os conhecimentos a serem trabalhados e a internet se torna essencial, para efetivar a inclusão dos alunos no mundo digital. Não se pode mais fingir que as tecnologias não fazem parte da sala de aula. Precisamos, dar condições para que os prof. usem.

    Paul Miller13 de junho de 2013

Oi!! Gostou?! Não gostou?! Conte pra gente!! ;-)